Eu sempre hidratava o coco seco em água mineral para fazer meus beijinhos.

 Aliás, ando meio intrigada com essa história de que agora TUDO virou “brigadeiro”… Basta levar leite condensado que até os clássicos e originais nomes, mudaram para “brigadeiro”.

“Cajuzinho” virou “brigadeiro de amendoim”;  “beijinho”, virou “brigadeiro de coco”…

Desse jeito, cadê a tradição?
Essa semana, entre um recheio de ovo de Páscoa e outro, pensei que se hidratasse em leite de coco o sabor ficaria muiot mais intenso! Bingo!!
E pra massa não ficar mole demais, já que os 200 ml de leite de coco a deixaram mais macia, eu acrescentei o chocolate branco picado, que no final deu resistência aos beijinhos! Sem falar no sabor, que ficou de comer ajoelhada.

Adoro beijinhos!! (Esses, e aqueles outros, os originais, sabem?  ………………..)

Ingredientes:

Para 70 beijinhos:

– 1 pacote de 100 grs. de coco seco ralado
– 1 vidro (200 ml) de leite de coco
– 2 latas de leite condensado
– 50 grs. de chocolate branco picado
– 1 colher (sopa) de manteiga ou margarina
– 2 colheres (chá) de baunilha líquida
– 1/3 de colher (chá) de sal
– açúcar cristal fino p/ enrolar os beijinhos
– cravinhos para decorar

Preparo:

– Numa tigelinha, coloque o coco seco e o leite de coco por 20 minutos para hidratar.
– Numa panela de fundo grosso, coloque todos os demais ingredientes e o coco hidratado.
– Leve ao fogo até desprender do fundo da panela (o chocolate branco ajudará o doce se firmar depois de frio).
– Espalhe num prato untado e espere esfriar para enrolar em bolinhas.
– Passe os beijinhos em açúcar cristal (eu gosto do fininho), e coloque um cravinho no centro de cada um.

================

Dicas da Lena:

– Ainda não tentei essa receita com coco fresco. Mas a minha dica é passá-lo pelo processador – pra ficar bem fininho – aquele que compramos ralado na hora, na feira.

– Usar metade do leite de coco, para a massa não ficar “escorrendo” (o coco fresco já contém água)

– Os demais ingredientes continuam os mesmos, inclusive o chocolate branco, que continuará dando resistência à massa depois de fria.

– Pode passar em coco seco ralado no lugar do açúcar cristal. Mas nesse caso eu prefiro o açúcar. O que gosto de fazer quando preciso passar algo no coco seco, é tostar na frigideira de teflon c/ um pouquinho de açúcar, porque fica crocante e maravilhoso! Bem melhor que o coco seco branco, que nem é úmido, nem é crocante…

Print Friendly, PDF & Email