Bolo de mandioca (ou macaxeira, ou aipim…)

Eu já comentei em outros posts que a diversidade dos termos brasileiros, de norte a sul, são uma das riquezas culturais que podemos nos orgulhar.

A parte superior do bolo fica mais "fofinha" graças à retirada do amido de parte da mandioca moída.

Mas muito além disso, eu acho que mandioca é um alimento de Deus. Além dela por si só ser uma delícia (eu adoro comê-la amassadinha com açúcar e canela…), e podermos fazer sopas, purês, frita como batatinha, base para pães e tortas, temos um sem-número de produtos que dela se originam: a farinha de tapioca, a “goma”, a puba, os polvilhos, a farinha de mandioca (a de Belém é algo sensacional). 

 

Particularmente, eu adoro o termo “Bolo de macaxeira”, porque assim é falado no norte, onde morei tantos, em Belém.

No Rio chama-se “aipim”, e eu sinto um certo charme nessa palavra…

Seja como for, esse bolo é uma delícia. Testei muitas e muitas receitas ao longo da vida.

Assim como pão de queijo, brownie, bolo de chocolate e de fubá – o bolo de macaxeira tem zilhões de receitas diferentes – uma pra cada momento. Esta é a básica; sem coco, nem queijo. Mas ahhh, vale a pena. Muito.

Ingredientes:

- 800 grs de mandioca descascada, crua
- 4 ovos
- 2 xícaras de açúcar
- 1-1/2 xícara de leite
- 1/3 xícara de manteiga ou margarina, derretida
- 1 xícara de farinha de trigo, peneirada
- 1 colher (sopa-medida/nivelada) de fermento em pó
- 1 colher (chá) de baunilha
- 1-1/2 colher (sopa) de sementes de erva-doce
- ½ colher (chá) de sal

Preparo:

Pré-aqueça o forno em 180°C.
Unte e enfarinhe uma forma de buraco no meio. Reserve.
Retire os “fios” internos da mandioca crua, cortando cada pedaço em quatro partes, no sentido do comprimento. Retire os “fios”, cortando nesse mesmo sentido, com a faca.
Corte em pedaços menores e leve ao processador com ½ xícara de água (se o processador for pequeno, faça esse processo em duas vezes).
Se não tiver processador, faça esse procedimento em 3 ou 4 vezes, no liquidificador (eu poderia dizer para ralar a mandioca, mas dá trabalho demais e leva muito tempo).
Separe 1/3 dessa quantidade e coloque numa peneira. Lave em água corrente, para retirar todo o amido . Esprema com as mãos, na própria peneira. Coloque de volta ao restante da mandioca processada ou passada no liquidificador.

- Se ralar no processador, faça as próximas etapas do bolo nele mesmo.
- Se moer no liquidificador, faça as próximas etapas do bolo nele, idem.
À mandioca moída, acrescente os ovos, o açúcar, o leite, a baunilha, e a manteiga derretida. Bata bem. (Caso não caiba de uma só vez, bata em duas partes).
Numa tigela, peneire os ingredientes secos. Agregue a mistura líquida a eles, com um fouet ou uma espátula de silicone. Acrescente a erva-doce e despeje na forma untada.
Asse em forno por mais ou menos 1 hora, ou até enfiar um palito e sair limpo.
Espere amornar para desenformar. Passe uma faca em volta da forma, e certifique-se que desprendei mesmo (Bolo de mandioca é meio grudento; pode às vezes ficar um pouco “colado” à forma e não desenformar direito).

==============================

Dicas da Lena:

- Por que eu “lavo” a mandioca na peneira, em água corrente?
- Para retirar o amido de pelo menos uma parte dela; o que confere o resultado mais fofinho e soltinho, que você vê na foto, na parte de cima do bolo! E a parte de baixo ficará mais cremosa, por causa do amido : )
- Pode usar casca de limão ralada, se preferir. No lugar da baunilha ou junto com ela.
- Se não gostar das sementes de erva-doce mas gostar do seu sabor, veja se encontra na sua cidade, uma especiaria chamada “erva-doce turca em pó”. É uma delícia!
- Pode também fazer em assadeira retangular. Nesse caso levará menos tempo para assar; uns 45 minutos. Corte em quadrados somente depois de completamente frio.

Print Friendly
Compartilhar/Favoritos

27 comentários sobre Bolo de mandioca (ou macaxeira, ou aipim…)

  1. Carlinha Tostes disse:

    OMG !!!!!!!!!

    Que é isso Lena??
    Eu estava procurando tanto uma receita bacana de bolo de mandioca pra fazer pras crianças na festa junina da escola, e o amigo Google me trouxe até aqui! Que felicidade !!!!

    Já anotei e vou fazer. Quanta generosidade, obrigada!

    Beijos

  2. Aurea disse:

    Que delicia Lena, ficou super cremoso!! Como sempre você arrasou! Bjs

  3. Terezinha Miranda disse:

    Helena,

    Estou boquiaberta com tamanha beleza nesse seu blog!
    Isso tudo é muito mais do que receitas e doces. É amor, carinho puro. E técnica + explicação nível máximo.

    Já tentei várias vezes fazer bolo de aipim, ou macaxeira como vc prefere, e eles saem grudentos. Pelo que vejo no seu, essa é a receita ideal! Não só pra São João, mas para o ano todo!!

    Obrigada, um beijo carinhoso

  4. Fabiana disse:

    Lena, este bolo deu água na boca, como sempre:).
    Já está anotado e em breve vou fazer e depois volto para te contar!
    Suas receitas são sempre sucesso! O brigadeiro de Ovomaltine é um absurdo de bom.
    Parabéns, seu blog se come com os olhos rss.
    Bjsssss
    Fabi

    • Lena disse:

      Fabi, muito obrigada!

      Eu tô aguada pra fazer o seu Bolo de fubá cremoso com queijo. Assim que fizer eu aviso ; )
      O brigadeiro de ovomaltine sempre é sucesso garantido, né?
      Beijo

  5. Oi Lena !! Vi sua visitinha lá no blog e fiquei muito feliz e agradecida pela sua visita!! Você que é tão bem falada aqui no meio “culinário”… que sempre arrasa!! Adorei !! Vim aqui te ver e me deparo com essa receita de bolo de macaxeira (chamo assim porque moro no Nordeste, Maceió) Humm que delicia! Perfeito para este São João, ainda mais morando aqui onde as tradições dessa festa são tão fortes… Tou com uma macaxeira ralada para fazer um bolo mas não sabia que receita fazer…agora já sei com certeza! Vou fazer esta semana e venho te contar como ficou!! Seu blog é ótimo com receitas sempre fantásticas! Parabéns !! Beijos

    • Lena disse:

      Maria Tereza,

      Bem-vinda aqui também!
      Engraçado, assim que te vi no meu Twitter, pensei: “Vou visitar o blog dessa moça; algo me diz que vou me identificar”…
      E dei de cara com um post que tinha tudo a ver comigo: Sua sobrinha, aos 6, fazendo biscoitos com vc, exatamente como o meu pequenino fazia comigo…rs
      Maceió deve ser uma delícia!
      Muito obrigada também pelas lindas palavras. Tudo isso é muito bom né? ; )
      Beijo!

  6. Adriana Marchetti disse:

    O que é esse bolo com essa crosta douradinha e cremoso embaixo?? E essas flores que parecem uma pintura?? E essas fotos??
    Affffff !!!!!

    Meus parabéns ! Seu blog é lindo demais! Beijinho

  7. Vontade súbita de bolo de aipim (que sou carioca, rs)! Mas já comi muito bolo de macaxeira, pois morei no Ceará :-)

    Lena, o aipim vai cru mesmo no preparo? O povo lá de casa cozinha o aipim e usa o purê, a textura fica mais para um pudim, sabe? Não conhecia esse jeito de fazer.

    Beijos!

    • Lena disse:

      Adriana!

      Sim, a macaxeira nesta receita (e na maioria que conheço, apesar de eu já ter feito algumas com ela cozida) – vai crua.
      Dá supercerto; pode confiar! ; )
      O tempo de forno é suficiente para cozinhá-la- e ela já está batida, ralada.
      Beijo!

      • Confio com certeza! Depois do bolo de cenoura, você está em “alta conta” comigo! Hehe. Só quis ter certeza de não ter entendido errado, tinha medinho de mandioca crua, coisa de quem não conhecia esse tipo de preparo :-) Beijos!

        • Lena disse:

          Adriana,

          Opa! Estar em “alta conta” é fundamental ; D
          Mas passar pela peneira em água corrente 1/3 da quantidade da mandioca, deixará a parte de cima mais soltinha e leve.
          Isso faz a diferença desse bolo. Foram experiências minhas ; )
          Beijo

  8. Também amoooo mandioca! Vai bem de qualquer jeito, é igual milho. Ainda tenho aquela ‘pipoquinha’ que minha mãr trouxe de Belém, tô economizando :-) Adorei o o bolo. Beijo!

    • Lena disse:

      Oi Lu!

      Isso, eu acho o milho tão sagrado quanto a mandioca. Quanta coisa boa a gente faz com ele né?
      Brigadão, e quando precisar de mais tapioca, me avisa que peço pra trazerem ; )
      Beijo

  9. Karla Maria disse:

    Lena.
    curiosíssima pelo resultado desse bolo.
    Vou testar e te digo como ficou.
    Bj

  10. Marina Maria disse:

    Ei Lena!

    Ficou lindo o bolo! Testarei em breve.

    Mas passei aqui mais para te agradecer pela receita do bolo de maracujá que a Maria postou. Eu até sonhei com ela antes de fazer! E depois fiz era um sonho mesmo! rsrsrs

    beijo!

    • Lena disse:

      Oi Marina!

      Que bacana!
      O bolo que a Maria fez foi tão bem celebrado que até me culpo por eu ainda não tê-lo publicado aqui : )
      Beijo e bem-vinda!

  11. Silvio disse:

    Lena…

    Vou fazer hj… Depois mostro…

    Tava morrendo de vontade…

    Beijooooooooooo

    • Lena disse:

      Oi Silvio,

      Depois de ver a foto do bolo que vc fez, no face, agora quem vai atrás de macaxeira pra fazer, sou eu ; )
      Beijão

  12. Stela disse:

    Gostei da receita, ja coloquei no formo pra assar.
    A massa ficou bonita espero que o bolo fique gososo.
    Bjos

  13. jerusa monteiro de oliveira disse:

    Olá! Lindo seu blog! Fiz a receita, mas como eu não tinha erva doce, coloquei raspas da casca de um limão. Ficou bom. Bolo de aimpim sabor limão.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>