Difícil o doce de infância que não me lembre dela…

Foram tantos os nossos aniversários com as mesas de doces inteiramente preparados por ela (e com a minha ajuda – sempre), que cada bocado é uma memória. Cada “bombocado”…

Nem precisava.. nem precisava ser dia de festa. Quando minha avó passava os meses conosco em Curitiba, ou Belém – ou durante as férias que passávamos em São Paulo com ela – havia sempre uma das cristaleiras antigas com todo tipo de doce, compota, sobremesa.

|Este bombocado é uma delícia. Tem o sabor do queijo meia cura, um toque de parmesão, macio, com uma ajuda dessa calda aromática de cravinhos e baunilha (nenhum ‘gosto de ovo’, fiquem tranquilos), que dá uma umidade à cada docinho.

 

Eu servi com um chá inglês, de frutas vermelhas (nem sei se é o que mais “harmoniza”, mas eu adoro esse chá). O que vai muito bem, é  café ou vinho de sobremesa.

Enquanto desenformava, devorei 2 ou 3 assim, ainda morninhos, de olhos fechados, e voltei décadas da minha vida.

Bons tempos. Felizes e doces.

Tomara que vocês gostem. E façam : )

 

Cerca de 18 unidades (depende do tamanho das forminhas)

Ingredientes:

– 400 grs de açúcar
– 1-1/2 xícara de água
– 4 cravinhos
– 1 colher (chá) de manteiga sem sal
– 1-1/2 xícara de queijo meia cura ralado
– 3 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
– ½ xícara de farinha de trigo
– ½ colher (chá) de fermento em pó
– 6 ovos
– 1 colher (chá) de baunilha

Preparo:

Numa panela grande, faça uma calda com o açúcar, a água e os cravinhos. Deixe ferver por aproximadamente 6 minutos em fogo baixo, ou até engrossar levemente.
Desligue o fogo e coloque na calda quente, a manteiga.
Espere amornar e acrescente os queijos e a farinha de trigo peneirada com o fermento. Mexa bem e deixe descansar por 1 hora e meia. Enquanto isso, unte com manteiga derretida e polvilhe com açúcar, cerca de 18 forminhas de empadas (dependerá do tamanho).
Após esse tempo, numa tigela, peneire os ovos, acrescente a baunilha e misture com um fouet. Retire os cravinhos. Acrescente à mistura da panela e mexa bem.
Pré-aqueça o forno em 190 graus.
Forre uma assadeira retangular com papel alumínio e preencha as forminhas com 2/3 da mistura (eu uso uma pequena concha).
Leve a assadeira com as forminhas para assar. O forno deve estar quente e continuar assim para ficarem bem dourados por cima e nas bordas.
Após cerca de 35/40 minutos, teste com um palito. Se sair seco, estão prontos.
Deixe resfriarem por uns 10/15 minutos, e com a ponta de uma faquinha, libere as bordas.
Aguarde mais uns 15 minutos e com uma faquinha de ponta redonda, enfie nas bordas, fazendo movimentos para soltarem dos fundos das forminhas. Desenforme todas e deixe esfriar sobre um prato grande.
Sirva em temperatura ambiente.

==============

Dicas da Lena:

– Algumas vezes fiz esses bombocados em tamanho “festa”. Ou seja, em minúsculas forminhas, de cerca de 3 cm de diâmetro. Delícia.

– Há muitas receitas de bombocados de queijo que também levam coco. Estes, não. Queijo é queijo ; )

– Usei o processador para ralar o meia cura mas podem ralar no ralo grosso do ralador manual. Depois desmanchem um pouco os pedacinhos com a mão.

– Pode usar canela no lugar do cravo, na calda. Mas nunca deixe de aromatizar.

– Os ovos devem ser em temperatura ambiente.

– Estes bombocados ficam ainda melhores no dia seguinte, ou 2 dias depois. Após esse tempo, geladeira por até 4 dias. Sempre em recipiente fechado.

– Podem congelar perfeitamente, por 3 meses.

–  Numa caixa, e um laço, é presente que todo mundo quer.

 

 

Print Friendly, PDF & Email