Poucas vezes tive tantos pedidos para publicar uma receita como este bolo.

Semana passada convidei amigas para um chá na minha casa e imaginei que elas poderiam gostar.

Postei a foto dele nas redes sociais, e o bolo queridinho do momento logo fez a curiosidade das pessoas, querer preparar também!

DSC03092 (1)

Fiquei um pouco apreensiva com o creme já que eu nunca havia feito, mas assim que desliguei a batedeira, no silêncio da cozinha, abri a gaveta e peguei uma colherzinha, roubando um tequinho do creme.

Levei à boca extasiada e surpresa de como poderia se tão delicioso, algo simples de fazer e que nem ao fogo ia.

Divino! Bom demais!

DSC03090 (1)

A primeira coisa que pensei foi nos leitores do blog, que adorariam saber que é fácil! Coloca tudo na batedeira e pronto!

Fiquei rindo sozinha pois ainda tenho as sensações de felicidade e prazer ao testar uma nova receitam como se fosse a primeira vez que cozinho e isso é maravilhoso <3

FullSizeRender (1)
Dos melhores momentos da vida

As meninas amaram. Comeram, levaram fatias para casa, e separei também pra minha família.

No dia seguinte, prazerosamente sentei na varanda e devorei a derradeira fatia.

IMG_9599 (1)
Em cada lugar, um mimo: caixa de trufas feitas por mim : )

Sim, porque no meu receio de não dar certo, eu fiz apenas metade da receita. Boba, eu.

 

Mas ficou o gostinho de quero mais (muuuito mais), para próximas vezes.

Já tenho planos para variações. Minha cabeça não para.

Que bom!

 

Para 12 fatias de guloso:

 

Ingredientes:

 

Do bolo:

 

– 1 xícara de manteiga ou margarina sem sal

– 1-1/2 xícara de açúcar

– 4 ovos

– 1 xícara de leite integral (líquido)

– 1 xícara de leite em pó

– 2-1/2 xícaras de farinha de trigo peneiradas)

– Raspas de um limão Tahiti (o verde)

– 1 colher (sopa) medida/nivelada de fermento em pó

– ¼ de colher (chá) de sal

 

Do recheio ( para 3 camadas + cobertura do bolo):

 

– 2 tabletes de manteiga sem sal (200 grs. cada) em temperatura ambiente

– 2 latas de leite condensado

– 1 lata de creme de leite sem o soro

– 6 xícaras de leite em pó integral instantâneo

– 1 colher (chá) de baunilha

 

Da calda para molhar o bolo:

 

– 2/3 de xícara de açúcar

– 1-1/4 de xícara de água

– 2 colheres (chá) de baunilha ou 2 colheres (sopa) de rum

 

Preparo:

Do bolo:

 

Pré-aqueça o forno em 170 graus.

Unte com manteiga duas assadeiras de 23 cm de diâmetro.

Coloque no fundo de cada assadeira, um círculo de papel manteiga  recortado do tamanho delas.

Unte o papel manteiga, e enfarinhe as duas formas. Reserve.

– Na tigela da batedeira coloque o açúcar e a manteiga em pedaços.

Bata por um minuto. Desligue a batedeira e raspe as bordas da tigela com uma espátula de silicone. Ligue novamente em velocidade máxima até formar um creme claro e fofo. Adicione os ovos um a um e continue batendo em velocidade média.

Acrescente o leite em pó, bata por mais um minuto. Raspe as bordas novamente.

Alterne a farinha de trigo e o sal com o leite líquido.

Acrescente o fermento em pó e as raspas de limão. Bata por mais um minuto.

Distribua a massa entre as duas assadeiras e leve ao forno.

Depois de 15/20 minutos abaixe a temperatura e depois de 40 minutos verifique se estão assados enfiando um palito. Se sair limpo, está pronto. Se ainda estiver cru no centro deixe mais alguns minutos para assar por completo.

Retire do forno e deixe esfriar quase completamente.

 

Do recheio e cobertura:

 

Na tigela da batedeira (lave e seque ao  que você usou para o bolo), coloque o leite condensado e o creme de leite. Ligue a batedeira por um minuto para misturar. Desligue e coloque a manteiga. Bata em velocidade média por uns 2 ou 3 minutos, parando uma vez para raspar as bordas.

Acrescente aos poucos o leite em pó e bata por uns 5 minutos em velocidade máxima. Acrescente a baunilha e bata novamente.

Leve a tigela à geladeira por uns 30 minutos. Retire e bata novamente por uns 2 minutos (esse processo é para ficar mais firme porém fofo. O recheio deverá ser utilizado quase gelado para firmar. Isso depende da sua temperatura ambiente.

 

Da calda:

 

Coloque os ingredientes numa panelinha e leve ao fogo deixando ferver por 4 ou 5 minutos em fogo baixo. Desligue e acrescente o rum ou a baunilha. (a calda deve ser utilizada quente. No momento de molhar o bolo, ferva novamente).

 

Montagem do bolo:

 

Divida cada bolo ao meio.

Trabalhe sobre uma superfície.

Coloque as camadas de bolos sobre pratos rasos ou fundos removíveis de formas, para não quebrar.

No prato de servir, coloque a camada de baixo e molhe com um pouquinho da calda quente.

Espere uns 3 minutos e espalhe uma camada do creme. Faça assim sucessivamente até chegar à última camada.

O tempo de espera entre regar com a calda e espalhar o creme é para que o calor não derreta o creme que é à base de manteiga.

Depois que o bolo estiver todo montado, eu costumo cortar uma folha de papel alumínio do diâmetro do bolo, dobro duas vezes no sentido do comprimento do papel (deixo um pouco mais alto do que o bolo, para “enrolar” a volta do bolo, para que ele fique por igual (reto) nas laterais. Prendo a ponta do alumínio com uma fita crepe e levo ao freezer por uns 40 minutos até que o bolo esteja mais firme, para então cobrí-lo. Se cobrir em seguida, ele ainda estará muito frágil, correndo o risco de quebrar ou desmontar (este processo serve para qualquer bolo em camadas – gelado ou não).

Retire o alumínio da volta, alise com uma espátula (de preferência de confeiteiro), e comece a cobrir o bolo com a mesma espátula, alisando nas laterais e por cima.

Se desejar, decore com brigadeiros brancos cobertos de leite em pó.

Pode também apenas polvilhar leite em pó sobre o creme.

Leve à geladeira e retire uma hora antes de servir. (se morar em lugar quente, avalie a temperatura e talvez retire da geladeira com menos tempo).

=====================

 

Dicas da Lena:

 

– Se desejar uma camada de recheio apenas, faça metade da receita do CREME.

– Logo que terminar de bater o creme, ele ainda não estará tão firme quanto depois de “descansar” na geladeira. Se depois de bater novamente pós-geladeira, ele estiver um pouco mole, é só acrescentar mais leite em pó e bater mais um pouco. Este absorverá o excesso de umidade, tornando o creme mais firme.

– Esse recheio pode ser alternado com uma camada de Nutella, por exemplo. Pode acrescentar algumas frutas em uma ou duas camadas. Aí ficam ideias e é um universo sem fim!

– Como eu tinha um pouquinho de doce de leite aberto na geladeira, espalhei sobre o bolo, antes de cobrir com o creme de leite em pó. Só explico isso para saberem o que é aquela camada mais escurinha na fatia.

– Claro que usei o leite Ninho (isto não é merchan; é apenas porque acho o melhor. E o instantâneo)

 

 

 

 

 

 

 

Print Friendly, PDF & Email