Rocambole de doce-de-leite (e goiabada)

Mami é uma artista em pintura em porcelana...

Por que o (goiabada) está entre parênteses?

Porque eu só recheei com esse doce num dos lados, já que euzinha estava com vontade de comer : ))

Na verdade o rocambole é de doce-de-leite …

E esse lindo prato de porcelana foi pintado pela minha mãe

Rocamboles são feitos com massas de pão-de-ló.

Portando aeradas, leves e fofas. E gosto demais dessa receita porque leva manteiga derretida, o que confere extrema umidade à massa. E acho que todo mundo deveria fazer rocambole de vez em quando.

Sei que essa história de enrolar num pano faz algumas pessoas desistirem, mas acredite: é super fácil, e o resultado é de comer de joelhos!

A gente faz um, e depois quer ficar fazendo com vários recheios diferentes.

Sábado eu fui jantar fora com duas amigas muito queridas. Uma delas, a Denise ( lembram do post do Bolo de Fubá com goiabada? – alá a goiabada de novo… – pois é, a De quem me trouxe aquela toalhinha fofa da Holanda…)

Sei que ela adora doce-de-leite. Então resolvi fazer um pra ela e pra Emilia, nossa amigona. 

Bem, no dia seguinte, fiz outro rocambole, para este post : ))

E claro que vocês lindinhos que são, vão fazer e depois voltam pra me contar, né??

São 10 fatias generosas

Tempo: 1 hora

Ingredientes:

- 6 ovos (em temperatura ambiente)

- 2/3 de xícara de açúcar

- 1 xícara de farinha de trigo peneirada

- ¼ de colher-medida (de chá) de fermento em pó

- ¼ de colher-medida (de chá) de sal

- ½ xícara de manteiga ou margarina derretida

- 1 colher (chá) de baunilha

- 1 colher (de sopa) de raspas de limão ou laranja ( eu usei ambos )

- 1 vidro de 450 grs de doce-de-leite (eu usei um argentino, mas use o da sua preferência)

Preparo:

Pré-aqueça o forno em 170°C.

Unte e forre uma assadeira retangular grande (cerca de 42 x 30 cm) com papel-manteiga.

Unte novamente e enfarinhe. Reserve.

Coloque a manteiga numa tigelinha e derreta no microondas por 25 segundos. Reserve.

Peneire os ingredientes secos. Reserve.

Na tigela da batedeira coloque os ovos e o açúcar. Bata entre 8 e 10 minutos, até formar um creme aerado, claro e fofo.

À mão, mexa DELICADAMENTE com uma colher de cabo comprido ou espátula de silicone,  acrescentando  os ingredientes secos, peneirados. Mexa apenas até incorporar. Acrescente as raspas de limão e baunilha.

Em seguida, vá adicionando a manteiga derretida, em fio, sem parar de mexer (à mão), deixando a manteiga escorrer pela beirada da tigela da batedeira, e não diretamente no meio da massa ( A finalidade é não deixar a manteiga ir diretamente para o fundo da tigela, o que acaba pesando na massa e retira o ar – que é o que deixa o pão-de-ló ser leve e aerado).

Despeje a massa na assadeira preparada, e leve ao forno pré-aquecido por cerca de 20/30 minutos. Depende muito do forno. Portanto, fique de olho e teste com um palito a partir de 20 minutos. Se sair seco, está pronto.

- Enquanto o pão-de-ló está no forno, numa mesa estenda um pano de prato limpo e polvilhe com açúcar.

- Desenforme o bolo ainda quente sobre esse pano com açúcar.

- Retire o papel- manteiga.

- Enrole (sem o recheio) DELICADAMENTE, no sentido mais longo do rocambole, ou seja, começando pela parte mais estreita (assim ele ficará mais “gordinho” e com a espiral maior, depois de recheado), com o pano de prato e deixe-o assim até esfriar totalmente.

- Abra cuidadosamente, desenrolando-o.

- Espalhe o doce-de-leite com uma espátula e enrole novamente.

Eu espalhei um pouquinho de goiabada numa das laterais...

- Aguarde cerca de meia hora e retire o pano, transferindo o rocambole para o prato de servir.

- Polvilhe açúcar por cima.

====================================

Dicas da Lena:

- Para fazer pão-de-ló, é imprescindível que os ovos estejam em temperatura ambiente. Não podem estar gelados, para poderem ganhar volume.

- Eu usei uma assadeira de bordas baixas, própria para assar rocamboles e biscoitos. Mas pode usar aquelas tradicionais, de bordas mais altas. O importante é que tenha pelo menos o tamanho citado, para que o rocambole não fique alto demais quando assar.

- Numa pequena parte lateral, eu coloquei goiabada, porque estava com vontade de comer : )

Assim, numa das pontas ele ficou com outro sabor. Você pode fazer isso com qualquer doce de “espalhar”-  inclusive brigadeiro, beijinho, bananada, etc.

- Se preferir doce-de-leite feito com uma lata de leite condensado cozido, saiba que a camada do doce ficará bem fininha, pois a quantidade é menor.

- Não precisa de geladeira por até 3 dias.

- O rocambole congela muito bem, se coberto com plástico filme e papel alumínio.

Apenas deixe para polvilhar o açúcar depois de descongelado.

Print Friendly

34 comentários sobre Rocambole de doce-de-leite (e goiabada)

  1. Valentina disse:

    Oi Lena, não conseguiver a quantidades de farinha.

  2. yeda disse:

    Esse rocambole tah muito lindo, sabe tem uma dica, que gosto muito… quando tiro do forno, polvilho trigo, sabe o cheirinho de ovo? some. Bjos

    • Lena disse:

      Yeda,

      Não existe cheiro de ovo na minha receita : )
      Raspas de limão e baunilha perfumam completamente meus bolos.
      Bem-vinda e beijos

  3. Denise disse:

    Nham nhamnham, desculpa, não posso falar com a boca cheia ……… De rocambole. Rs
    Estava uma delícia Lena, liquidei sozinha com o de doce de leire e ontem dividi o de goiabada com o Gui.
    Obrigada! Só vc mesmo prá ir prá cozinha num fimde tarde antes de um compromisso, fazer rocambole!
    Bjs
    De

  4. Nique disse:

    Oi, Lena !!! Eu adoro comer rocambole, mas nunca tentei fazer… será o primeiro. Vamos ver no q vai dar :-) Estou com dúvidas: – A manteiga que vc usou foi a sem sal? E o açúcar é o refinado? Mto obrigada. Bjins.

    • Lena disse:

      Oi Nique!

      Manteiga em doces é sempre sem sal. Pra poder acrescentar o sal necessário depois.
      O açúcar nas minhas receitas é sempre o normal-refinado comum.
      Quando for de confeiteiro eu escrevo na receita.
      Falo sobre o q vai dentro da massa.
      O que vai por cima do rocambole pode ser refinado, cristal fino ou até de confeiteiro.
      Beijo

  5. Manu disse:

    como você adivinhou que eu tô desejando pudim de doce de leite? *-*
    minha ‘comunitária’ aqui tá se requebrando pra comer essa belezinha já tem um bocado de dias! Mas eu nunca fiz…nada como um post super lindo e inspirador da Lena pra me fazer aventurar né?

    vou ter que fazer urgente!

    \o/
    vou fechar meus 24 anos com chave de ouro, que vai ser esse rocambole lindo aí, o último preparado com 24…dps, já com 25, vou fazer o tão aguardado bolo de brigadeiro com coca-cola…pq..né, guardei esse pro meu aniver ^^

    Beijos!

    • Lena disse:

      Manu linda!

      Seu niver tá chegando é? Eba!! Vai ter bolo e brigadeiro \o/
      Vc tá só começando; vai ter uma vida toda pra aprender tudo que quiser ; )

      Beijo

  6. Aurea disse:

    Lena o que é esse Rocambole? Que delicia! bjs

    • Lena disse:

      Áurea !!!!
      Pois não é?
      E eu já tô com ideias de fazer de novo- dividindo a massa em 2 formas e sobrepondo os 2, pra ficar uma espiral
      maior e dando mais voltas : D

      Beijoo!

  7. Rosângela Rodrigues disse:

    Leeeeeena, que fotos são essas que rocambole é este!!!
    Sempre fui apaixonada por rocambole desde criança (E olha que faz tempo), nunca arrisquei fazer, tenho medo de não dar certo, mas agora vendo o passo a passo bem explicadinho do jeito que só você faz, vou tentar com certeza e depois te conto.
    Quanto a carne seca na moranga, fiz no final de semana passada do jeitinho que você explicou todos adoraram, muito obrigada por dividar com nós receitas tão gostosas.
    Bjs

    • Lena disse:

      Puxa que bacana Rosângela!!
      Feliz em saber que a carne seca na moranga ficou gostosa e deu certo!
      Fiquei impressionada com tanta gente interessada na receita salgada… Risos…
      E rocambole é bom demais né?
      Volte sempre por aqui pra contar sobre suas incursões na cozinha ; )
      Beijo

  8. Manu disse:

    nossa, quero que meus próximos 25 anos (no mínimo) sejam de muito aperfeiçoamento ‘dona bentístico’ hihihi
    com certeza vai ter bolo e docinhos! \o/ e adivinha só? Tudo retirado desse paraíso de receitas yeahhh!!
    hihihihi
    Beijinhos

  9. Ciça disse:

    Oi, Lena!
    Sempre tive dificuldades de enrolar o rocambole sem quebrar. Acho que deve ser porque eu já tentava enrolar com o recheio e morno mesmo… Vou seguir suas dicas e espero que dê certo, pois amo rocambole!!
    Só uma dúvida: o pano de prato deve estar sequinho ou úmido? Qual é a diferença de colocar sobre um pano de prato ou outra camada de papel manteiga?
    Muito obrigada!

    • Lena disse:

      Oi Ciça,

      Pois é, veja na foto do meu rocambole desenrolado, como ele não quebrou : )
      isso deve-se a enrolá-lo primeiro sem recheio ainda quente. E bem DEVAGAR tá?
      Já vi gente enrolando como um rolo compressor e rachou!..
      - Enrolar sobre pano de prato SECO e polvilhado de açúcar justamente para que ele não grude no pano e continue com sua dourada superfície intacta : )
      Papel manteiga grudaria pq o bolo torna-se umido à medida q esfria, já q está coberto.O pano “enxuga” enquanto isso.

      Depois me conte!
      Beijo

  10. Karla Maria disse:

    Lena querida,
    como sempre suas dicas são impagáveis e quem nunca fez ou não dá certo, nunca mais ficará sem fazer um belo rocambole.
    Amo rocambole porque lembram o bolo de rolo de Pernambuco e são mais simples de fazer.
    O que é o bolo do post anterior, criatura de Deus? Perfeito!!!
    Bj

    • Lena disse:

      Karla!
      Nem me fale, eu amo bolo de rolo!!
      Um dia fui pra coznha e fiz laboratorio de bolo de rolo o dia todo!
      Não é facil, tem muitos truques e suja muita coisa… Por isso nem coloco a receita aqui porque não vou enganar o quanto é trabalhoso e acho q pouca gente vai fazer : )

      Beijo e obrigada!

  11. Lena! Tudo bom?
    Sempre acompanho teu blog e esse rocambole me inspirou semana passada. Fiz um de chocolate com recheio de brigadeiro branco com morangos picados e cobri com ganache meio-amargo. Geladinho, ficou bom d+! Queria saber se vc tem alguma sobremesa que tenha o bombom Ferrero Rocher como ingrediente. Tenho uma caixa aqui em casa e queria fazer algo p/ o final de semana. Beijo.

    • Lena disse:

      Oi Diego,

      Bem-vindo!
      Olha, eu não uso o Ferrero em nenhuma receita.
      Mas a melhor dica é você fazer um pavê e numa das camadas colocar os pedaços do bombom, cortados com a faca.
      Daqueles pavês simples mesmo, bicolores, sabe? Com um creme branco e um preto, feitos à base de leite condensado, leite e maizena.
      Dá uma googlada, que certamente vc encontrará algo bacana : )
      Beijos e volte sempre!

  12. Juliana de Lima disse:

    Lena, bom dia.

    Vc orientou a enrolar o rocambole sem recheio ainda quente e deixe-o esfriarm, depois ao desenrolar ele não racha? Isse processo é para facilitar enrolá-lo com recheio? Abs

    P.S (Amei sua receita de brownie).

    • Lena disse:

      Isso mesmo, Juliana.
      Mas claro que a gente deve enrolar e drsenrolar com calma e delicadeza, afinal, é uma massa fofinha : )
      Beijo

  13. Juliana de Lima disse:

    Obrigada mais uma vez :)

  14. Leninha disse:

    Lena, boa noite!

    É a primeira vez que acesso o seu blog (descobri no google), achei bem legal, parabéns.
    Tire-me uma dúvida sobre o rocambole: A quantidade de açúcar 2/3 de xícara para 1 xícara de farinha de trigo não é muito? Não altera a consistência da massa?

    Desde já fico grata pela atenção.

    • Lena disse:

      Olá xará,

      Num rocambole, e em massas de pão-de-ló, a quantidade de farinha de trigo é pouca em relação aos ovos, justamente pra ficar aerado.
      Se vc preferir menos doce, pode usar 1/2 xícara de açúcar.
      Beijos

  15. Juliana de Lima disse:

    Lena,

    Pretendo fazer essa receita no sábado e fiquei com algumas dúvidas em relação a equivalência:

    2/3 xícara de açucar
    1/4 colher medida de chá de fermento em pó
    1/4 colher medida de chá de sal

    Eu tenho as xicaras e colheres medidoras, mas essas eu não tenho. Eu queria saber quanto isso representa em gramas.

    • Lena disse:

      Juliana,

      Olha só, eu não tenho tempinho agora pra pegar a balança eletrônica, e medir e pesar cada um desses ingredientes pra vc…
      Mas com o sal e o fermento, utilize sua colher de mexer cafezinho: encha-a e nivele com a borda de uma faca. Voilà!
      2/3 de açúcar é só vc encher 2/3 da xícara; vá no olhômetro : )
      Beijo

  16. sueli disse:

    oi lena adorei sua receita e maravilhosa eu fiz todos gostaram.lovo a Deus pela sua vida brigaduuuuuuuuuu!!

  17. oi querida segui sua receita deu tudo certo ele so rachou um pouco :( sera q se eu esquentar os ovos com o açucar a massa fica melhor? eu sempre faço isso com as tortas q faço aqui, no rocambole pode fazer isso tbm?

    • Lena disse:

      Betania,

      É normal rachar um pouco o rocambole. Vc pode enrolá-lo num pano ainda quente. Desenrole depois de frio, delicadamente. Recheie e enrole novamente. Beijos

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>